Agenda de Convergência do Vale do Aço prioriza projetos para 2020

{B8DC21AB-8648-AEB1-BBAC-44303ECADBAD} (1)
Executivo garante R$ 18 milhões em recursos para 33 creches de Ipatinga
2020-02-17t085832z_1132683146_rc282f9sisxk_rtrmadp_3_china-health (1)
Diretor de hospital em Wuhan morre infectado pelo novo coronavírus

Agenda de Convergência do Vale do Aço prioriza projetos para 2020

90b1604028b13cfa0173c0c9b2fda6663f861a6f18fa78c610ac2fae4734a449 (1)

Lideranças da Região Metropolitana do Vale do Aço reuniram-se nessa segunda-feira, 17/02, na sede da FIEMG, para a 1ª reunião do ano da Agenda de Convergência. Durante o encontro, as lideranças discutiram temas relacionados ao adensamento da cadeia produtiva local, à atração de novos investimentos e ao fortalecimento da representatividade política na região.

“É uma agenda fundamental para o colar metropolitano do Vale do Aço e para o estado de Minas Gerais, num momento onde precisamos convergir em prol do crescimento, geração de empregos e renda. Foi uma reunião de alto nível que vem de encontro às ações da prefeitura de Ipatinga”, pontuou o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha.

Na oportunidade, novos projetos foram apresentados, dentre eles o fortalecimento do setor metalmecânico, do Turismo e do Comércio e Serviço do Vale do Aço, Integração ao mercado global, posicionando-o como referência setorial, além de apresentar o Parque Estadual do Rio Doce (PERD) como dinamizador para o desenvolvimento regional, fortalecido por recursos aportados através de medidas compensatórias.

IMG_3061 (1)

“Para 2020 definimos trabalhar com três grandes objetivos que num contexto geral contribuirão para alcançar os resultados da visão 2030 para o Vale do Aço. Entendo que por meio de projetos mais focados e uma governança de acompanhamento de indicadores e resultados, teremos a oportunidade de alcançar outros resultados que trarão o desenvolvimento e o fortalecimento da região”, reforçou o coordenador do eixo de Sustentabilidade, Venilson Vitorino.

Plano Estratégico Minas Gerais e Espírito Santo – União de Forças

Na ocasião, Flaviano Gaggiato, mencionou o Plano Estratégico Minas Gerais e Espírito Santo – União de Forças, lançado nessa segunda-feira, em Belo Horizonte, cujo objetivo é promover o desenvolvimento econômico e industrial de ambos os estados com foco em: Infraestrutura e Logística, Desenvolvimento do Vale do Rio Doce, Negócios de Óleo e Gás e Segurança Jurídica em Transações Interestaduais.

O Plano visa a Melhoria substancial das infraestruturas dos estados; Mais oportunidades para empresas capixabas e mineiras em projetos, obras e serviços; Criação de empregos em obras e operações; Absorção de novas tecnologias com capacitação de pessoas; Aumento da competitividade das empresas e Desenvolvimento sócio-econômico das regiões”, explicou.

Otimista com a iniciativa, Gaggiato, acredita que o Vale do Aço será beneficiado com os investimentos contemplados no Plano que têm grande potencial de geração de emprego e renda.

“Na Infraestrutura e Logística, uma das pautas é a concessão e duplicação das BRs 381 Norte (Belo Horizonte a Governador Valadares) e a 262 Leste, entre João Monlevade (MG) e Viana (ES). O plano destaca também a renovação da concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas. No foco estratégico do setor de Óleo e Gás, são defendidas diretrizes para o Mercado Livre de Gás, como a aprovação do Projeto de Lei 6407/13, que dispõe sobre medidas para fomentar a Indústria de Gás Natural”, concluiu.

Mais informações sobre os projetos da ACVA no site www.agendadeconvergenciamg.org.br/valedoaco